Páginas

Sejam Bem Vindos

"Eu não posso mudar a direção do vento, mas eu posso ajustar as minhas velas para sempre alcançar o meu destino." Jimmy Deam




quinta-feira, 23 de maio de 2013

O atual papel do administrador na sociedade contemporânea





Um pouco da história da profissão

    A história da Administração tem início em aproximadamente em 5000 AC com os povos Sumérios, que utilizaram tal “ferramenta”  na  tentativa de melhorar seus problemas práticos. Posteriormente no Egito surgiu a necessidade de uma administração pública organizada para operacionalizar o sistema econômico. 
   A mesma necessidade ocorreu na China por volta dos anos 500 A.C e fez com que o governo chinês - Constituição de Chow - estipulasse regras e princípios para a administração (8 Regras de Administração Publica de Confúcio).
Seguindo a evolução histórica, aparecem também:

  • A Igreja Católica Romana – Aparece como organização mais formal, eficiente, com técnicas organizacionais e administrativas eficazes, exercendo influência sobre o comportamento dos fiéis e espalhando pelo mundo;
  • Organizações Militares – a hierarquia de poder rígida e adoção de princípios e práticas administrativas nortearam as empresas e são comuns a muitas da atualidade.

   Com o advento da Revolução Industrial, o crescimento acelerado e desorganizado das empresas passou a exigir administração mais eficiente e que possibilitasse o aumento da produtividade das empresas.
    No século XX, surge a Teoria da Administração Científica com o Frederik W. Taylor. Paralelo aos estudos de Taylor, Henri Fayol, defendia princípios semelhantes na Europa, baseado em sua experiência na alta administração.
Têm-se então a Administração sendo estudada como uma ciência. E a partir de então diversas outras teorias foram elaboradas e contribuíram para a sua evolução até os dias atuais.

Evolução

No Brasil a formação do Administrador só tomou destaque em meados da década de quarenta, com a instalação das primeiras escolas técnicas em São Paulo. Na década de cinquenta, a chegada do movimento industrial no país trouxe com as novas empresas vindas do exterior, técnicas administrativas mais modernas e muitas desconhecidas pelas empresas brasileiras. Dessa forma, tais organizações necessitavam de novos profissionais na área de gestão, devido a tais exigências.
Em 09/09/1965 a profissão foi oficializada no Brasil.


   Fazendo um comparativo entre administração do passado e a atual é possível verificar as diversas mudanças no papel do administrador. Antes o gestor necessitava de competências relativamente básicas para dirigir a organização. A empresa poderia ser vista como um todo cuja responsabilidade de tomada de decisão cabia apenas ao administrador.
       Atualmente, administrar é um desafio, pois é necessária a coordenação e controle não somente os departamentos de RH, finanças, produção, marketing e demais. Questões relativas à sustentabilidade, a responsabilidade social, o trabalho em equipe, o papel do administrador como líder, faz com que o administrador desenvolva competências múltiplas para uma gestão eficiente. 
        A era da informação, o avanço tecnológico, o desenvolvimento econômico da sociedade, a abertura de fronteiras mercadológicas, culminam no aparecimento de novas empresas e consequente crescimento da competitividade. Daí o conceito de estratégica torna-se fundamental para a permanência nesse mercado.
    A inovação é a palavra-chave no mercado globalizado. Concomitante, o gerenciamento de relacionamento com o cliente é a essência da administração, uma vez que os consumidores estão mais exigentes com o produto ou serviço ao qual adquirem.
      Diversas outras questões poderiam ser elencadas nesse texto e que dariam páginas e mais páginas, porém finalizamos aqui com o vídeo abaixo do headhunter Marcelo Cuellar e deixamos aberta a reflexão acerca do que o mercado exige dos profissionais, cujas habilidades muitas vezes nem mesmo são “valorizadas” no que se refere ao piso salarial e oportunidades de atuação nas empresas brasileiras. Cabe aqui mais uma discussão, porém deixaremos para os próximos capítulos.

Você S/A: O profissional que o mercado quer


Nenhum comentário:

Postar um comentário